O que é a Insônia?

← Voltar para o Blog


Postado dia 20 de fevereiro de 2018 por


Quando a noite se aproxima e é o momento de descansar, para algumas pessoas começa uma autêntica tortura, porque não conseguem dormir, dando voltas na cama, com os olhos abertos e inclusive suores, essas pessoas sofrem, provavelmente de insônia.

A insônia pode afetar qualquer pessoa e em qualquer momento, é associada com pessoas ou situações que nos causam estresse, inquietude ou nervosismo chegando a tal ponto que não permitirá o descanso do nosso corpo. Nós recomendamos a leitura do artigo abaixo, se você é uma pessoa que tem chegado a sofrer e, mais, para que possa evitar.

O Que É Insônia?

A insônia se trata do transtorno do sono que mais afeta a sociedade e que consiste, basicamente, na incapacidade para dormir por parte da pessoa. Um transtorno cada vez mais frequente e normalizado em nossa sociedade, devido ao estilo de vida agitado, as pessoas com transtornos psicológicos e com alto nível econômico são aquelas que são mais propensas a sofrer.

A falta de sono pode ter repercussões muito negativas em nossa vida, chegando a afetar o nosso trabalho ou relações pessoais. Embora cada pessoa precisará de mais ou menos horas de descanso para se recuperar, a média recomendada é de 7 horas.

A insônia pode ser diferenciado de acordo com sua frequência e duração, no caso de sofrê-la apenas durante alguns dias ou durante algumas poucas semanas, trata-se de algo temporário, no entanto, no caso de prolongar esse tempo, até mais semanas ou inclusive meses, estaríamos falando de insônia crônica. A insônia crônica não aparece de repente, mas se trata de uma evolução gradual. Uma pessoa que sofre de insônia pensará muito sobre esse fato e isso provocará mais preocupação, agravando seu transtorno até o ponto que não apenas se preocupará que nessa noite dormiu pouco, mas na noite seguinte.

Tipos De Insônia:

Vistas as diferentes causas pelas quais pode se originar, vamos mostrar alguns dos diferentes tipos, para que você seja capaz de analisar o seu caso.

Insônia primária: quando não há causas claras do porquê se produz, certamente será a união de vários fatores.

Insônia idiopática: se desenvolve durante a infância e se deve ao fato de que não foram adquiridos bons hábitos de descanso.

Percepção do sono pouco reparador: embora a pessoa se sinta cansada e sonolenta, os estudos médicos realizados em laboratórios não mostram nenhum sintoma.

Insônia psicofisiológica: a pessoa que sofre costuma se encontrar preocupada e tenta dormir mediante muitos esforços, embora não costume conseguir, coisa que, sim, termina acontecendo quando se relaxa e não mostra preocupação. Se dormem em ambientes diferentes do habitual, conseguirão terminar descansando.

 

Fonte: Saúde Dicas